segunda-feira, 19 de junho de 2017

Cinquenta

O que eu mais gosto em ti são teus olhos
Minto, gosto é de tua boca
Mas poderiam ser tuas mãos
Ou a maneira como me abraças

O que eu mais gosto em ti
É não saber ao certo do que gosto e desgosto
O que mais me atrai e o que me repele
E todo este tumulto de coisas belas e imprecisas

Mas também pode não ser nada disso
Pode ser um gostar por gostar
E te querer por perto, sempre mais perto
E gostar de sorrir cada vez que penso em ti

Nenhum comentário:

Postar um comentário