terça-feira, 6 de agosto de 2013

Dezoito e quarenta e dois


Tua língua circula o bico do meu seio
Atiça minhas labaredas


Inflamável

Tua língua me cala as palavras
Sou toda gemidos


Nenhum comentário:

Postar um comentário