sexta-feira, 15 de junho de 2012

Nossas palavras prediletas

Cosmonauta
Absorto entre estrelas
Nem percebes
A líbélula  pelas madrugadas
Tonta e desejosa
De seu aconchego cálido.



Nenhum comentário:

Postar um comentário