domingo, 6 de dezembro de 2009

Reflexões de aniversário

Olho no espelho e me pergunto se sou quem eu desejava ser aos quinze anos. Será que vejo o rosto que realmente tenho ou vejo apenas um rascunho do que sou? Sou o que o fez o tempo em mim, sou tempo em carne e osso. Não mato o tempo, o tempo me mata, como um tumor que habita silenciosamente meu peito. Tempo que me mata mas também cura outros males e rachaduras. Sou apenas o tempo que passa e tenho no rosto o tempo que fui.

2 comentários:

  1. "...sou tempo em carne e osso." Penso que é só nisso que o tempo atua , na carne no osso. No mais somos eternas crianças...Quanto mais vivemos menos sabemos.

    Gostei da sua reflexão e parabéns pelo niver.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. ufa, ainda bem que não sou só eu que fico me indagando na frente do espelho, rs
    Fique bem e FELIZ ANIVERSÁRIO.
    Vamos viver e ser felizes!
    Beijos

    ResponderExcluir