quinta-feira, 25 de julho de 2013

Bulimia

Tenho fome de palavras.
Devoro todas que encontro.
Livros e relatórios,
Bilhetes na porta da geladeira,
Notícias irrelevantes,
Anúncios pela cidade.
Mastigo demoradamente algumas,
Engulo de uma só vez outras.
Com o mel delas me lambuzo,
Sujo as mãos e as roupas
Até me fartar por inteira
Depois, lotada e satisfeita,
Cheia até a borda,
Vomito palavras pela casa,
Pelas ruas, bares e praças.
Para poder me fartar de outras.
Para novamente recomeçar o banquete
Em uma busca compulsiva e urgente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário